Edifícios residenciais populares terão energia fotovoltaica em SP

cdhu-energia-fotovotaica-gran$$14883

Companhia habitacional vai licitar obra para construção de 62 unidades em Aparecida, no interior do Estado. Solução deve gerar economia na conta de luz e no condomínio

A CDHU vai construir seu primeiro residencial popular vertical com placas fotovoltaicas em Aparecida, a 170 km da capital, com 62 unidades (crédito: Laszlo66/ shutterstock)

02/06/2017 | 11:50 – A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) publicou na última quarta-feira (31/5) um edital de licitação para a construção do primeiro condomínio habitacional vertical com placas para geração de energia fotovoltaica. A iniciativa é uma parceria entre as secretarias de Habitação e de Energia e Mineração com concessionárias de energia elétrica do estado de São Paulo.

A obra será construída em Aparecida, a 170 km da capital, e atenderá 62 famílias de baixa renda. O conjunto terá quatro blocos e um total de 152 módulos de placas de geração de energia fotovoltaica instaladas nas coberturas. O sistema vai gerar aproximadamente 4,7 mil KWh/mês – o que corresponde a 50 kWh/mês por unidade, uma economia de R$ 30 na conta mensal de luz, segundo a CDHU.

A energia produzida será destinada para as áreas comuns do residencial, como estacionamento, espaços de circulação entre o condomínio e hall das escadas e posteriormente as residências. O excedente será enviado a rede de distribuição.

De acordo com uma nota do CDHU, até setembro a construtora deve ser escolhida e o contrato, assinado. O início das obras está prevista para novembro, com orçamento de R$ 9,3 milhões.

 

Fonte: AECweb – Portal da Arquitetura e Construção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO